The book is never better than the film

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

The book is never better than the film

Postby grayfox » 06 Jun 2012 15:39

Este texto reflete tanto a minha visão das coisas que poderia praticamente ter sido escrito por mim.
Os destaques a negrito são da minha autoria.

Hearing somebody say ‘The book is always better than the film’ is like fingernails down a blackboard to me. This ill-informed yet common cliché about the supposed superiority of literary texts over visual texts is highly reductive and suggests that a comparison can be made between two incomparable things. It leads to statements such as ‘Baz Luhrmann is going to ruin The Great Gatsby!’ Relax, people. He may make a film that’s not very good, and in the eyes of some he may fail to capture the spirit and ideas of F. Scott Fitzgerald’s classic 1925 novel, but unless the film’s producers have somehow arranged for every existing copy of the novel to be rounded up and pulped upon the film’s release, the novel The Great Gatsby is going to live on unharmed.

One of the main complaints levelled at film adaptations is that they change, condense or discard aspects of the novel. Now, unless you are arguing that novels should never be adapted into films at all, this is unavoidable – of course there are going to be changes made to the events and characters during the adaptation process. The average film, with a typical running time of 90 to 120 minutes, cannot accommodate every single element within a novel. While some plot points may be objectively crucial to a story, there are an enormous number of other elements within a novel that can be removed without losing the story’s overall intent, purpose, mood and core ideas.


Most importantly, film style and literary style are so fundamentally different that changes must be made for the transition from page to picture to work. Novels are a literary art form while films are a visual art form. Point of view in a novel is expressed through language, while in cinema it is expressed through cinematography, editing and sound. A novel must describe things like setting, costumes and the appearance of the characters, while a film has to show it. Novels can play with tense and reveal the inner thoughts of characters in a way film cannot. Film can incorporate music and use montage to create emotional associations in a way that is impossible in a print medium. Dialogue is used, or should be used, completely differently in novels and films. What a character says in a novel can be drenched in subtext and doesn’t have to always be written on the page word for word, while dialogue in cinema has a more functional purpose. On the other hand, film can use techniques such as visual and sound motifs, directional lighting, acting and camera effects such as focus pulls to suggest subtext and symbolism.

Films are supposed to adapt the source material, not directly replicate it or try to second guess what the majority of the audience expects to see based on their own subjective reading experience. Personally, I love the way a story and its characters can be transformed for the medium of film when a favourite novel of mine is adapted. Mark Romanek’s film adaptation of Kazuo Ishiguro’s novel Never Let Me Go conveyed the novel’s melancholic story of love, loss and fate far better by leaving some things out than it would have if the film directly reproduced key scenes. The extensive changes to style and structure in Lynne Ramsay’s film version of Lionel Shriver’s We Need to Talk about Kevin produced a work of extraordinary cinematic subjectivity in which sensory memories were visualised.

Sometimes, a film adaptation is a great work in its own right while also being extremely close to the source material. Steve Jacobs’ excellent adaptation of JM Coetzee’s novel Disgrace remained faithful to the novel, as did John Hillcoat’s adaptation of Cormac McCarthy’s The Road. Then again, to demonstrate that you never can win, some critics praised the film’s bleak cinematography for articulating a sense of McCarthy’s sparse prose, then complained that they therefore couldn’t see the point in the film being made in the first place since it was so similar.

Still, films like Disgrace and The Road are exceptions to the rule – in the end, they are great not because of their fidelity to the source material, but because they are excellent films. The value of a novel adaptation is primarily how well it works as a film, and to a lesser extent, how well it expresses the essence of the source material rather than how well it mimics it. The book is never better than the film; the two are incomparable. It’s not reasonable to critique a film for not functioning in the same way that a novel does. A film may fail on cinematic grounds, but it should not be accused of failing on literary grounds. Once literature-loving filmgoers accept the fundamental differences between novels and films, they can move beyond feelings of outrage whenever a film supposedly butchers, murders or destroys an esteemed novel, to become far more relaxed and open-minded when going to the cinema.


http://www.killyourdarlingsjournal.com/ ... -the-film/
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Samwise » 06 Jun 2012 16:34

Artigo interessante - expõe uma lógica com a qual não posso deixar de concordar na essência... excepto...

This ill-informed yet common cliché about the supposed superiority of literary texts over visual texts is highly reductive...

(...)

Once literature-loving filmgoers accept the fundamental differences between novels and films, they can move beyond feelings of outrage whenever a film supposedly butchers, murders or destroys an esteemed novel, to become far more relaxed and open-minded when going to the cinema.


... no sentido em que esta comparação entre filmes e livros não é de todo uma coisa racional - sabendo de e "aprovando" a resma toda de argumentos utilizada, ainda assim não consigo evitar a comparação. Pior do que isso, não consigo deixar de eleger um vencedor em cada caso concreto em que isso sucede. :mrgreen:

Portanto, creio que no meu caso não é um cliché derivado de estar "mal informado", e não é um questão de não aceitar as diferenças fundamentais entre os dois meios - caramba, mal de mim se não compreendesse quais são! :D

O saldo pende fortmente para o lado da literatura (99% dos livros são melhores que os filmes/adaptações :X ), mesmo que o Cinema seja um meio que me preencha mais a nível emocional.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby grayfox » 06 Jun 2012 16:54

sam, a minha linha de raciocinio (que não é infalivel, apesar do que se pensa :D ) admite duas comparações:

- "gostei mais do livro do que do filme". neste caso não tenho nada a opor, se leio um livro que gosto muito e vejo um filme que não gosto nada, apesar de incomparáveis nas suas características, podemos comparar o prazer que cada um nos deu. e nesta linha posso dizer que gostei mais do livro do Senhor dos Anéis do que do filme Avatar ou que gosto mais de fazer natação do que de comer favas.

- "o enredo do filme é melhor do que do livro". esta aceito com algumas reservas, pois estamos a comparar coisas similares, ambos contam uma história, apesar de nos serem transmitidas por meios muito diferentes. mas se conseguirmos analisar apenas o enredo presente num filme e num livro, independentemente da forma como nos é mostrado podemos sempre fazer essa comparação (isto desprezando a questão de "o que faz um enredo melhor do que outro?").
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Samwise » 06 Jun 2012 17:12

grayfox wrote:- "gostei mais do livro do que do filme". neste caso não tenho nada a opor, se leio um livro que gosto muito e vejo um filme que não gosto nada, apesar de incomparáveis nas suas características, podemos comparar o prazer que cada um nos deu. e nesta linha posso dizer que gostei mais do livro do Senhor dos Anéis do que do filme Avatar ou que gosto mais de fazer natação do que de comer favas.


Aqui já é esticar demasiado a corda (do mínimo de coerência :mrgreen: ) - em tudo aquilo que referi, parti da suposição de que estávamos a comparar livros e filmes dentro do princípio da "adaptação". Há todo um universo estrutural que é comum às duas obras - a história base/enredo narrativo e as personagens, basicamente - e que permite/obriga à comparação.

Agora, o livro do LOTR e o filme do Avatar não têm nada em comum a não ser uma vaga ideia de fantasia - quer dizer: quando estou a ler um ou a ver o outro, não há absolutamente nada que me faça pensar numa associação ou separação comparativa. E na natação só me lembro de favas se por muito azar as ingeri na refeição anterior... :devil:
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Tzimbi
Livro Raro
Posts: 1604
Joined: 11 May 2007 23:24
Location: Lisboa
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Tzimbi » 06 Jun 2012 18:22

Estive meia hora a escrever para depois perder tudo porque carreguei numa porcaria de um botão qualquer. Odeio computadores, nem o "sistema normal" os safa, ggggrrrr. <_<

Bem, mas ia eu dizer, blá-blá-blá, não percebo mesmo que tipo de urticária é essa com as comparações? Não é lógico que tendo nós a mesma história contada de formas diferentes (em meios diferentes) se possa comparar?

Não li o artigo todo que aqui colocaste, gray, apenas o teu bold e discordo em absoluto na parte onde o senhor (senhora?) diz que são incomparáveis. Em última análise, nada é comparável então, porque até as tuas favas não podem ser comparadas com bifes, por exemplo, porque uma coisa é carne e outra são leguminosas. E natação não pode ser comparada com futebol, pois são desportos/atividades completamente diferentes.
Resumindo, não tenho nada contra as comparações, acho-as até extremamente úteis. Contudo, sou contra esse preconceito de que o livro é sempre melhor do que o filme, embora ele corresponda à maioria dos casos. :twisted:

S.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Bugman » 07 Jun 2012 08:47

Claro que posso comparar, da mesma forma que posso comparar os livros que se fazem a partir de filmes!

Quando alguém se lança na empreitada de adaptar um livro ao cinema está perfeitamente consciente de que terá de transformar grande parte da linguagem em cinematografia. Essa pessoa sabe que parte do que está escrito terá de ser traduzido em iluminaçao, em expressoes dos actores e que a banda sonora irá ter um papel fundamental em ajudar a estabelecer um certo espírito no espectador.

Agora, apesar de serem artes diferentes, as sensaçoes de fascínio e satisfaçao que o leitor/espectador sente sao comparáveis! Como a Tzimbi disse, eu posso comparar o grau de satisfaçao que sinto ao comer uma posta de salmao grelhado ou um costeletao grelhado porque ambos sao comida. Nesse sentido pode-se dizer se um filme faz jus ao livro que lhe dá origem ou nao, e penso que afirmar o contrário pode, em alguns casos, ser confundido com um elogio da mediocridade...
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby grayfox » 07 Jun 2012 12:26

claro que podes comparar, é como eu disse, se comparas o grau de satisfação que cada um te deu, então essa comparação pode ser feita entre quaisquer duas experiências que tenhas, semelhantes ou não.
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

User avatar
nimzabo
Enciclopédia
Posts: 970
Joined: 26 Sep 2009 22:07
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby nimzabo » 07 Jun 2012 12:48

Não li nada do que escreveram até aqui para além do titulo do tópico mas não posso deixar de dizer que o livro África Minha é 500x melhor do que o filme.

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Thanatos » 07 Jun 2012 13:19

Também existe o contrário. Filmes que se os adaptassem a livros saíriam umas ricas trampas.

Citizen Kane...

Andrei Rublev...

Life is a Miracle...

Depois também temos os casos que ficam no meio-fio como Solaris, A Clockwork Orange, 2001, Lolita, Touch of Evil, etc. etc...

Mas pode continuar a discussão. ^_^
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Bugman » 07 Jun 2012 15:55

Thanatos wrote:Também existe o contrário. Filmes que se os adaptassem a livros saíriam umas ricas trampas.


Até existe pelo menos um filme que saiu melhor que o livro que lhe dá origem!

Os Imortais enquanto filme é muito maior do que Os Lobos nao Usam Coleira.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Bugman » 07 Jun 2012 16:09

grayfox wrote:claro que podes comparar, é como eu disse, se comparas o grau de satisfação que cada um te deu, então essa comparação pode ser feita entre quaisquer duas experiências que tenhas, semelhantes ou não.


Se posso comparar, entao posso também dizer que um é melhor/pior do que o outro, daí melhor/pior serem o comparativo de superioridade de bom/mau. (Ah... As maravilhas das gramáticas online! :P )
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
grayfox
Edição Única
Posts: 4203
Joined: 01 Jul 2008 16:20
Location: Braga
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby grayfox » 07 Jun 2012 17:42

por esse principio então pode-se dizer que o Cristiano Ronaldo é melhor que o Nelson Évora ou que o Manoel de Oliveira é melhor do que o António Lobo Antunes.
A melhor assinatura chinesa da actualidade.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4348
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Bugman » 07 Jun 2012 17:52

Pessoalmente sou mais da opinião contrária (que o Évora é melhor que o Ronaldo) e quanto à última não estou à altura de comentar.

Agora mais a sério... No dia em que o Oliveira passar o Auto dos Danados (obra aleatória) para o cinema, então poderemos dizer se o Manuel de Oliveira foi ou não melhor do que o ALA em causar um impacto no receptor. Ou de outra forma, o Ronaldo provavelmente chuta melhor a bola, o Évora provavelmente salta mais longe do que o Ronaldo, mas face aos meios que um e outro dispõem, o Évora é, para mim, melhor atleta...

EDIT: e agora apercebo-me que se alguma coisa ainda fui mais criptíco...

A lógica do comparar alhos com bugalhos não é aquela que encontramos quando se compara a mesma obra adaptada a livro ou a cinema, porque há, entre as duas, um paralelismo que se deseja. Essa é a comparação que se estabelece e nessa óptica faz sentido, por muito que se queira desvirtuar a coisa, falar em o livro ser melhor ou pior, sendo que normalmente o que vem depois tende a ser, no imediato, pior. Aqui é preciso dar tempo às coisas para cristalizarem. Dizer que não se podem comparar porque são duas formas de arte diferentes é aplicável quando não há um ponto comum, só que nas adaptações normalmente existem esses pontos comuns...
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Ignatius Wao
Encadernado a Couro
Posts: 413
Joined: 06 Jan 2010 01:05
Location: Sintra
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Ignatius Wao » 07 Jun 2012 21:16

Concordo com o Grayfox. :)
Uma comparação entre duas artes distintas, pode ser feita, mas é redutora em si mesmo. Se repararem, com a excepção deste exemplo que estamos a falar, ninguém compara artes distintas, mesmo quando estas têm particularidades em comum. Por ex. uma pintura e uma escultura, mesmo quando retratam/representam o mesmo objecto ou a mesma personagem, não são comparáveis. Outro ex. o que não falta nos dias de hoje, são peças de teatro e mesmo espectáculos de dança, adaptados a partir de obras literárias. No entanto, e apesar do processo de adaptação ser semelhante ao cinematográfico, as comparações não existem. As pessoas não saem de um espectáculo de dança a dizerem "o bailado é bom, mas o livro a partir do qual foi adaptado é muito melhor". E as comparações não existem, porque realmente não fazem muito sentido.

E se não fazem muito sentido, porque é que são uma constante quando falamos de filmes adaptados a partir de obras literárias? Penso que está relacionado com um certo preconceito que ainda existe em relação ao cinema. Lembro-me de ouvir algumas vezes no magazine cultural "Acontece", o cinema ser referenciado como "Arte Menor" . Se repararmos, esta comparação "cinema versus literatura", surge sempre no mesmo contexto, que é o de desvalorizar/rebaixar o filme. E quase sempre descontextualizada, ou seja o autor da frase muito raramente, escreve quatro ou cinco linhas a explicar o porquê do livro ser "melhor" que o filme. Penso que hoje em dia, a frase "o livro é muito melhor", tornou-se praticamente um cliché, que utilizamos quando queremos dizer mal de um filme.

Samwise wrote:O saldo pende fortmente para o lado da literatura (99% dos livros são melhores que os filmes/adaptações :X ), mesmo que o Cinema seja um meio que me preencha mais a nível emocional.


Tzimbi wrote: Contudo, sou contra esse preconceito de que o livro é sempre melhor do que o filme, embora ele corresponda à maioria dos casos. :twisted:

Penso que existem algumas centenas de filmes que podem contrariar esta perspectiva, mas não quero entrar no jogo. :devil:
Se você agir sempre com dignidade, pode não melhorar o mundo, mas uma coisa é certa: haverá na Terra um canalha a menos. Millor Fernandes

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: The book is never better than the film

Postby Sharky » 08 Jun 2012 11:15

Ambos partilham uma história em comum, logo pode haver comparação.

Mas já não havia por aí algures um tópico sobre Livro vs Filme? Tenho ideia de que já se discutiu este tema :mrgreen:


Return to “Cinema”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron