Os 30 melhores westerns

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby urukai » 15 Feb 2011 18:53

Mais ou menos,
1/3 do Psycho e 2/3 do vertigo.

Por isso vou ver 1/3 do Rio Bravo e 2/3 do Rio Grande e fico com o Rio Completo! :rotfl:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby Samwise » 22 Feb 2011 21:49

The most overrated Western: Rio Bravo

In 1959, Howard Hawks made a Western called Rio Bravo which he, the critics and cinema audiences liked so much that he made it twice more: as El Dorado (1966) and Rio Lobo (1970).

The formula was deceptively simple. In a favourite Hawksian conceit, three men are obliged to do a difficult, dangerous job. The most upright of the three is played by John Wayne, the second man is a derelict hero who uses the dangerous mission to rebuild his life, while the third is is an atractive bit of eye candy, a young greenhorn, essentially brave and decent, but a little raw and in need of some fatherly tuition from the Duke. In Rio Bravo, the trio take on an army of gunmen intent on springing their murderous pal from jail.

The film's reputation has grown to such an extent that many critics - notably Herb Fagen and Robin Wood - have acclaimed it as the classic Hawksian Western and one of the best Westerns ever made. But it leaves a vocal minority - Wayne's biographer Garry Wills, Western writer Brian Garfield, and this author - distinctly underwhelmed. Neither the backdrop - epic vistas eschewed for claustrophobic town shots - nor the story - Wayne and his allies are maintaining the West, not conquering it, a more limited mission - are on par with his Red River. The film seems to slack, too hackneyed, too monotonous - enlived mainly by the repartee between Wayne and Angie Dickinson's feathers - and the story too slight to justify 141 minutes of anyone's time. Many critics have made persuasive arguments about the film'e inner subtleties, but you should be able to enjoy a Western without having to bone up on film theory.


Paul Simpson in The Rough Guide to Westerns

Isto está numa caixa de informação, por baixo da crítica ao El Dorado, numa parte do livro chamada "The Canon: 50 classic Westerns"

EDIT: aproveitando a onda, a crítica ao High Noon acaba desta maneira:

Before someone - Howard Hawks? - convinced John Wayne High Noon was anti-american, he said, acepting the film's best actor Oscar for Coop, that he wished he'd had a script like that. The Duke knew a good Western when he saw one.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby annawen » 23 Feb 2011 02:17

Em relação ao "Rio Bravo" e a este texto realmente não sei o que dizer a não ser que o autor do dito, que não conheço, não merece a minha confiança. Começando logo pela prosa que seria o que eu esperaria de um blog por exemplo não de um livro, pelo menos não de um livro sério. Ou mesmo de um livro bom de divulgação que também os há.

Há algumas coisas que me aborrecem no texto. Primeiro: o resumo do enredo que é simplista até dizer chega. E desonesto por esse simplismo. Desonesto porque é feito de propósito para retirar profundidade a uma coisa de que não se gosta já à partida. Eu também era capaz de resumir, e reduzir, uma peça de Shakespeare a três ou quatro "plot points" e, com isso, passar a ideia de que a peça é absurda. Além disso ele esqueceu-se do Stumpy. Uma falta imperdoável.

Segundo: A reputação do filme chegou onde chegou porque é um filme bom. Pela forma como o texto está escrito até parece que os críticos só passaram a considerar o "Rio Bravo" bom depois dele ter ganho reputação. O que é absurdo.

Terceiro: O filme não é um filme de grandes espaços. E achar que ele deveria ser mais uma vez não faz sentido porque essa não era a intenção do Hawks. O mesmo vale para a frase "Wayne and his allies are maintaining the West, not conquering it." Desde quando essa era a intenção do Hawks?

Eu nunca pensei que houvesse alguém que não gostasse do "Rio Bravo". Pelo vistos enganei-me. "vocal minority" indeed.

Mas o que me chateia mesmo é esta frase: "Many critics have made persuasive arguments about the film'e inner subtleties, but you should be able to enjoy a Western without having to bone up on film theory." O "Rio Bravo" é dos filmes mais intuitivos, eu diria dos mais simples, que vi. Lembro-me que quando o vi pela primeira vez era uma garota e adorei. Já o revi vezes sem conta. Praticamente sei o filme quase de cor. Lembro-me quando o meu irmão o viu pela primeira vez. Ainda era mais novo do que eu. A fixação com que ele ficou pela personagem do "Dude". Ele também o viu vezes sem conta. O Howard Hawks não é o Ingmar Bergman. Os filmes dele podem ter várias leituras mas não são, nem pretendem ser, simbólicos. São o que são. Como a chuva, como o sol. Depois é que podem vir os estudiosos e ver neles mais coisas. Tudo bem. Mas acima de tudo os filmes do Hawks são essencialmente pessoas a conversar, a conviver, a passarem por dificuldades, a ajudarem-se, a apaixonarem-se, a serem amigos. A amizade é o grande tema hawksiano. Onde é que é preciso ser-se um teórico do cinema para se compreender isto?

Isto está numa caixa de informação, por baixo da crítica ao El Dorado, numa parte do livro chamada "The Canon: 50 classic Westerns"


Então seria mais interessante que ele dissesse as razões porque gosta mais do "El Dorado" (de que eu também gosto, muito. Só que não tanto). Ou por que considerar o "El Dorado" digno de figurar no cânone dos 50 westerns e o "Rio Bravo" não.

Em relação ao "High Noon", não sei se o John Wayne o considerava ou não anti-americano. Nem que ele primeiro tenha gostado e depois não. E sinceramente não me interessa. Para mim isso não é validação de nada, nem desvalorização. É a opinião dele, mais nada.

O "Rio Bravo" vem no seguimento de um filme que correu mal ao Hawks em termos de bilheteira: "A terra dos faraós" (não sei se viste) e ele queria recomeçar de novo. O mote foi o "High Noon". Eis o que ele disse aos "Cahiers":

Tudo começou com certas cenas de "High Noon" onde Gary Cooper pedia ajuda e ninguém lha dava. Achei que era estúpido da parte dele, tanto mais que, no fim, sózinho, era capaz de fazer o trabalho. Disse com os meus botões: 'vou fazer exactamente o contrário, vou adoptar um ponto de vista verdadeiramente profissional'. Como Wayne diz, quando lhe oferecem ajuda: 'Se forem bons quero-os. Se não, não, porque não estou ainda por cima para ter que tomar conta deles'. Foi exactamente o que pensei e o que fiz: fazer o contrário de "High Noon".


E já agora dou o início do pequeno comentário do Bénard da Costa:

De "Rio Bravo quem não gosta muito? Não conheço ninguém e se conheço não quero conhecer.


E o início do belíssimo texto do Jorge Silva Melo sobre o filme:

Se há filmes que me fizeram mal?
Este.
"Rio Bravo".
Mal em tudo: na vida, nos amores, na profissão, quando penso em fazer um filme, quando me ponho a escrever uma história, quando vou ao cinema, naquelas horas plenas (e ainda tão raras!) em que posso filmar ou trabalhar.
Ah, não o tivesse visto. Nunca visto.
(Pensava nisto ontem à noite: quem seria eu se naquela tarde de domingo, há muitos muitos anos, não tivesse ido com o meu pai – com o meu pai! – aqui mesmo ao lado, ao cinema Europa, então cinema e então cinema de reprise? Teria ainda cabelo? Saber-me-ia vestir? Teria cartão Multibanco? Teria já lido o Quijote? Ou saberia de cor passagens do Saramago? Quem teria eu sido se...)
E neste se, "Rio Bravo".
E a estupidez é esta: comovido sempre a olhar para aquilo (mesmo nesta inacreditável cassette vídeo que para aí vendem, com grão e chuva e tão descafeinada como agora os cafés mais caros), eu acredito em tudo o que lá está. Este filme tomou conta de mim – e não há alho nem cravo que me afaste este vampiro aqui mesmo cravado.
(Então fui propôr-me a escrever sobre ele?).
E olho-o de novo.
E aprendamos.

1. Que o cinema é uma coisa simples.
(É)
[...]

2. Que a vida é a dois.
[Ele aqui fala da amizade entre Wayne ("John T ("T for trouble") Chance") e o Dean Martin ("Dude"))]

3. O cinema é espaço comandado pelas personagens.
[...]

4. A acção é expectativa.
[...]

5. O cinema inventou o campo contra campo para alguma coisa.
[sobre como filmar a relação entre duas personagens]


O livro é "Howard Hawks" e é uma edição da cinemateca, por alturas da retrospectiva que fizeram de toda a obra do Howard Hawks.

E com tudo isto apetece-me agora ver o filme. :devil:
Last edited by annawen on 23 Feb 2011 11:11, edited 3 times in total.

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby urukai » 23 Feb 2011 11:06

Estou do lado da Annawen.

Já agora, o filme é a cores?

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby annawen » 23 Feb 2011 11:07

urukai wrote:Já agora, o filme é a cores?


É.

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby urukai » 23 Feb 2011 11:12

hum...

Talvez lhe dê uma hipótese. Tive a ver uns fotogramas e acho que já vi partes do mesmo...

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby Samwise » 23 Feb 2011 12:22

urukai wrote:Talvez lhe dê uma hipótese. Tive a ver uns fotogramas e acho que já vi partes do mesmo...


Pode ser que com a metade que vais ver dê para prefazer os 141 minutos que dura. :devil:

Annawen, concordo com tudo o que dizes na tua crítica ao texto do homem, mas ressalvo que a minha estupefacção quanto a alguém não gostar do Rio Bravo se estende a quem não gosta do High Noon. :P

Há aí uma frase do Hawks que eu quero contestar, mas agora não tenho tempo (digamos que ele também acaba por ser um pouco desonesto na maneira como aborda, nessa curta resposta, a trama do High Noon).
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby annawen » 23 Feb 2011 13:22

Já agora, Sam, se não der muito trabalho, poderias colocar os 50 westerns que para o livro são clássicos? Para continuarmos a falar mal ( :twisted: )... ou bem.

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby MAGG » 23 Feb 2011 18:50

Alguém que não gosta do Rio Bravo e gosta do El Dorado ?!!! :see_stars:

annawen wrote:(...)O livro é "Howard Hawks" e é uma edição da cinemateca, por alturas da retrospectiva que fizeram de toda a obra do Howard Hawks.

E com tudo isto apetece-me agora ver o filme. :devil:


Eu também ^_^.

Como é que é possível não gostar de um filme que personifica a amizade desta forma ?
Spoiler! :
Dude: I quit, John. I quit.
John T. Chance: All right, quit. Nobody's trying to stop you. You wanna quit, quit! Go back to the bottle, get drunk. One thing, though. The next time someone throws a dollar into a spittoon, don't expect me to do anything about it. Just get down on your knees and get it.

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby annawen » 23 Feb 2011 20:09

Oh, MAGG, até parece que os estou a ouvir. E adoro como o John Wayne diz a palavra "quit". Quase como uma chicotada. Este filme é lindo, é o que é. E quando eles cantam na cadeia? E quando a Feathers atira um vaso pela janela? E quando o dono do hotel tenta dizer ao John Wayne que a Feathers não foi na carruagem? E quando o Stumpy atira o dinamite e o John Wayne pede-lhe se ele pode atirar mais longe e o Stumpy diz que ele nunca está satisfeito? Etc, etc.

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby MAGG » 23 Feb 2011 21:21

:friends: Este é um filme cheio de personagens memoráveis com diálogos e expressões inesquecíveis.

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby annawen » 23 Feb 2011 22:09

MAGG wrote::friends: Este é um filme cheio de personagens memoráveis com diálogos e expressões inesquecíveis.


E não é só isso. Está toda a vida ali. Pelo menos a vida que importa. Amizade, amor, humanismo, camaradagem, coragem, humor, etc, etc.

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby urukai » 23 Feb 2011 22:26

annawen wrote:
MAGG wrote::friends: Este é um filme cheio de personagens memoráveis com diálogos e expressões inesquecíveis.


E não é só isso. Está toda a vida ali. Pelo menos a vida que importa. Amizade, amor, humanismo, camaradagem, coragem, humor, etc, etc.


E as coisas más?

As boas só fazem sentido porque podem ser más...

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby annawen » 23 Feb 2011 22:40

urukai wrote:E as coisas más?

As boas só fazem sentido porque podem ser más...


Também tem coisas más.

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Os 30 melhores westerns

Postby MAGG » 24 Feb 2011 03:27

annawen wrote:E não é só isso. Está toda a vida ali. Pelo menos a vida que importa. Amizade, amor, humanismo, camaradagem, coragem, humor, etc, etc.


Concordo plenamente contigo. Cada vez que o revejo acrescento sempre novas percepções do mesmo.


Return to “Cinema”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 10 guests

cron