Sem Título

Jorge O.
Panfleto
Posts: 11
Joined: 16 Feb 2012 13:29
Contact:

Sem Título

Postby Jorge O. » 09 Aug 2012 15:17

A solidão encerra-se em mim
como um cão vadio que teima em dormir,
A solidão cobre-me o corpo
como um manto usado que não consigo despir.

Para que me servem estas mãos,
se não te chegam para te tocar?
Para que me servem estes olhos,
se te buscam mas sem te encontrar?

O corpo torna-se um casulo de coisas ocas,
esperas diárias de visitas que não chegam,
a mente deambula inquieta
de volta de cacos de lembranças que não quebram.

O sono serve apenas de desculpa para trazer um dia velho,
um dia velho de um calor bafiento que se entranha nas roupas,
um dia velho de silêncios encerrados em vozes contidas.

Vozes que teimam em dizer-te: Amo-te...

Lx, 2012
Jorge Oliveira
[a.k.a. Lyquid]

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Sem Título

Postby Sharky » 09 Aug 2012 16:16

Gostei mais do anterior " Já ", mas este não fica muito atrás. Tens algo escrito em prosa que queiras mostrar?

Jorge O.
Panfleto
Posts: 11
Joined: 16 Feb 2012 13:29
Contact:

Re: Sem Título

Postby Jorge O. » 10 Aug 2012 09:28

Boas Sharky, a (pouca) prosa que me atrevi a postar já cá no meu cantinho, as menos más são os textos chamados "O Primeiro" e "Violação"
[a.k.a. Lyquid]


Return to “Lyquid”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron