A Peça

Lyquid
Capa Dura
Posts: 291
Joined: 29 Dec 2004 13:10
Location: Lisboa
Contact:

A Peça

Postby Lyquid » 21 Jun 2006 08:48

Era um Sábado sangrento
numa tarde como noite escura,
uma paisagem vermelha, impura.
De todas as maneiras tento
compreender aquela imagem
de sombras de inertes soldados.
nauqele chão, assim prostrados
por cima, uma amarga aragem.
Fumo azul sobe dos canhões, assim,
silenciosos agora, ontem assassinos
daqueles pobres meninos
que encontraram neles o seu fim.
Um rapaz é chorado pela mãe,
a irmã não acredita na sua sorte,
mas por ali passou a morte
que não poupa ninguém.

Restava um só na pradaria,
o rapazito do tambor
que observav pálido, a dor
derramada naquele dia.

De súbito o choro cessa,
desfalece o pano
e asim acaba a peça.

1993, Portalegre
Jorge O.
Amo todas as palavras... especialmente as que não podem ser ditas em voz alta para não quebrar o encantamento, por isso são escritas e são entregues de peito aberto a quem quiser entrar nos nossos sonhos, nas nossas dores.

Return to “Lyquid”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron