Aquele Final Doce Tão Nosso Que De Tudo é o Começo

Lyquid
Capa Dura
Posts: 291
Joined: 29 Dec 2004 13:10
Location: Lisboa
Contact:

Aquele Final Doce Tão Nosso Que De Tudo é o Começo

Postby Lyquid » 02 Jan 2007 18:09

Quero sentir os teus dentes
rasgando-me a pele do pescoço,
sentir as tuas coxas
abraçando-me a cintura.

Quero fazer amor contigo
como se disso dependesse tudo,
sentir-te arfar-me ao ouvido,
sussurrando-me o teu amor.

Quero abandonar-me em ti,
encontrar em ti a minha razão,
em ti ancorar de vez
para não mais naufragar.

Quero ser feliz dentro de ti,
vendo-te os olhos sorrir de prazer,
esses seios perfeitos
de alabastro ecoar o meu peito.

Quero esse ventre suado
colado ao meu neste abandono,
aquele final doce tão nosso
que de tudo é o começo.

Lx, 2007
Jorge O.
Amo todas as palavras... especialmente as que não podem ser ditas em voz alta para não quebrar o encantamento, por isso são escritas e são entregues de peito aberto a quem quiser entrar nos nossos sonhos, nas nossas dores.

Return to “Lyquid”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 12 guests

cron