Casa Nova

Ordie
Encadernado a Couro
Posts: 427
Joined: 29 May 2006 20:21
Location: Coimbra/Viseu
Contact:

Casa Nova

Postby Ordie » 02 Jun 2006 23:04

De mãos dadas, as crianças correm
Seguidas pelo barbudo e pela mãe.
Contemplando a tinta estalada da fachada,
Abrem a porta de pinho que escondia o hall.

Oca, ela recebe-os; deixa-os
deambular pelos corredores estreitos
Com perfis iluminados por lâmpadas sem candeeiro,
Soltando sussuros contidos de "Uau".

No jardim mal-cuidado abundam as pragras,
As plantas também não são regadas há meses.
Os seus olhos esbugalham-se: convencem-me
que acreditam lá poder crescer o Botânico.

O cabelo do filho voa quando ele corre
Direccionando a bola flácida ao cesto enferrujado.
Grita, e marca, e o vendedor aplaude; rola os olhos.
Os pais abraçam-se, assinam a burocracia.

Apertam as mãos sebosas: ele pega no dinheiro,
Entra na limusine ao estilo dos 80, e ri.
Pega no telemóvel e sobressai a antena:
sua voz ruidosa ergue-se, "Vendi aquela merda!"
He who thinks greatly must<br />err greatly.

Return to “Ordie”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron