Meteoro

Ordie
Encadernado a Couro
Posts: 427
Joined: 29 May 2006 20:21
Location: Coimbra/Viseu
Contact:

Meteoro

Postby Ordie » 16 Jun 2007 01:30

.
He who thinks greatly must<br />err greatly.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Meteoro

Postby Samwise » 20 Jun 2007 20:01

Está um espanto.

É preciso manter uma certa atenção para não perdermos o fio à meada enquanto estamos a ler, mas o resultado é largamente compensatório.

Acho que está aqui o teu texto (poesia?) que mais gostei de ler.

Gostaria de evidenciar algumas partes mais fortes, mas o facto é que tudo é forte neste texto.

apesar de certa e inegavelmente a irregularidade da situação denunciar uma certa mentira literária neste acontecimento, pelo mistério, pela impossibilidade, pela irrealidade, e também pela aura e névoa de madrugada que vos asseguro ter nascido do nada naquele límpido meio-dia outonal,
:biggrin:

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Ordie
Encadernado a Couro
Posts: 427
Joined: 29 May 2006 20:21
Location: Coimbra/Viseu
Contact:

Re: Meteoro

Postby Ordie » 21 Jun 2007 00:39

Muito obrigado, Sam!

Como já não podia deixar de ser, aproveito... :devil: :

o teu texto (poesia?)


Porquê a hesitação? Quando tive esta ideia, pensei escrever em verso. Depois na concretização, decidi-me que ficaria melhor transmitido sem quebras de linha, mas tentei que o "espírito" permanecesse de poesia. Será que essa precisa mesmo de quebras de linha para a poder ser? Sempre pensei que o que separa a prosa da poesia fosse algo bastante mais profundo que a simples presença ou ausência de quebras de linha. Afinal de contas, se para melhor escrevermos poesia nos vemos livres de métrica, rima, estruturações silábicas, agrupamentos versáticos etc, porque não também de quebras de linha?

Por esta ordem de ideias, considero que o conceito de "Prosa Poética" é falso. O facto de o texto ser corrido não terá mais impacto (geralmente falando, obviamente) na semântica e no sentido profundo da poesia que o facto de o texto não ser rimado, ou não ser metricamente fixo.
He who thinks greatly must<br />err greatly.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Meteoro

Postby Samwise » 21 Jun 2007 18:59

Não. Não precisas das quebras de linha para poder ser (poesia).

Por acaso, e visto que o colocaste no local de poesia, fiquei a imaginar como resultaria este texto se o tivesse cortado em verso (e onde ficariam os cortes, uma vez que és adepto desse termo que agora não me ocorre - cortar os versos em locais aparentemente ilógicos).

Na minha opinião, resulta melhor como texto corrido. Há um quê de loucura, desvairo, e extremismo na cadência com que as palavras nos entram pela mente adentro - sem tréguas, sem descanso (fica mais profundo, talvez, pegando nas tuas palavras). É um ritmo que casa bem com o texto.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Ordie”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron