As Crónicas Saxónicas / The Saxon Stories - Bernard Cornwell

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

As Crónicas Saxónicas / The Saxon Stories - Bernard Cornwell

Postby acrisalves » 03 Oct 2005 19:25

O Último Reino - As Crónicas Saxónicas 1
Bernard Cornwell

Autor: Bernard Cornwell
Título original: The Last Kingdom
Editora: Planeta
Ano de edição: 2005
Encadernação: Brochado
Idioma: Português

Sinopse:
«Um mestre consumado na arte de narrar conflitos bélicos, tal como fica amplamente provado na sua excitante série sobre Richard Sharpe, Cornwell merece idêntico louvor pela sua cativante subtileza narrativa e pela autenticidade do seu rigor histórico. Este é o primeiro volume de uma saga situada na Inglaterra medieval numa época anterior à unificação dos quatro reinos anglo-saxões de Northumbria, East Anglia, Mércia e Wessex. Debilitada pela guerra civil, a Northumbria é invadida pelos intrépidos Dinamarqueses, e Uthred, o herdeiro por direito do condado de Bebbanburg, é capturado pelo inimigo. Educado como um guerreiro viking por Ragnar, o Terrível, a quem ama como um pai, Uthred revela-se, no entanto, incapaz de sufocar o desejo de reivindicar o que lhe é devido por nascimento. Combatendo como um Dinamarquês, mas ciente de que o seu destino o empurra irrevogavelmente para outros caminhos, não deixa escapar a oportunidade de servir Alfredo, rei de Wessex, após o assassínio de Ragnar, vítima de uma terrível conspiração levada a cabo pelo seu conterrâneo Kjartan. Sempre vigilante e jamais abdicando do sentido prático que o caracteriza, Uthred aguarda a oportunidade certa para o ajuste de contas com Kjartan e para conquistar Bebbanburg ao seu pérfido tio. Deixando o seu herói no limiar da concretização dos seus desejos, Cornwell prepara magistralmente o seu público para o segundo volume desta irresistível aventura épica em O Cavaleiro da Morte.» - Booklist

Olha aqui está uma bela surpresa... (para mim, pelo menos :) ) - embora pense comprá-lo em inglês

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: O último Reino

Postby acrisalves » 04 Nov 2006 03:54

O Cavaleiro da Morte - As Crónicas Saxónicas 2

Sinopse:

O Cavaleiro da Morte revela a história da formação da Inglaterra e baseia-se em factos reais. É uma poderosa história de traição, romance e luta que se desenrola numa Inglaterra de convulsões, sublevações e glória. Uhtred, nascido na Nortúmbria e criado viking, um homem sem terra, sem guerreiros e sem país, tornou-se uma esplêndida figura heróica.

Uthred, nascido na Nortúmbria, criado como viking e casado com uma saxã, é já uma figura e um guerreiro formidável. Contudo, aos vinte anos, continua a ser um pagão arrogante e teimoso, e um aliado pouco confortável para o sensato e pio Alfredo. Mas os dois, juntamente com a família de Alfredo e uns poucos companheiros de Uthred, parecem ser tudo o que resta da liderança do Wessex depois de uma trégua desastrosa.
São tempos terríveis para os saxões. Derrotado em toda a linha pelos vikings, que agora ocupam a maior parte de Inglaterra, Alfredo e os que sobreviveram entre os seus seguidores procuram refúgio em Athelney, a região pantanosa a que ficou reduzido o reino de Alfredo. Aí, encobertos pela neblina dos pauis, viajam em pequenos barcos entre as ilhas na esperança de se reagruparem, de encontrarem mais apoio e de fazerem crescer a sua força.

Uthred continua a acalentar a ideia de se juntar ao seu irmão adoptivo dinamarquês e aos vitoriosos vikings. Mas ganha um crescente respeito pela liderança teimosa de Alfredo, para quem o apoio de Uthred é essencial, se quiser reunir de novo uma força saxã capaz de entrar em combate com o inimigo.
O Cavaleiro da Morte é uma fantástica história de lealdades divididas e de heroísmo desesperado, com uma maravilhosa diversidade de personagens, de vikings a reis britânicos nas suas fortalezas, de fervorosos padres com inclinações políticas a resistentes pescadores e camponeses que lutam pela sobrevivência.

User avatar
Aignes
Enciclopédia
Posts: 858
Joined: 05 Jan 2006 23:59
Contact:

Re: O último Reino

Postby Aignes » 04 Nov 2006 12:17

:clap: Já saiu o segundo...excelente :smile:

Eu gosto bastante da escrita do senhor, principalmente a forma como narra as batalhas que, tirando erros de tradução, é na minha opinião muito boa.

Mais um para a lista. :stu:
«The force that through the green fuse drives the flower
Drives my green age; that blasts the roots of trees
Is my destroyer.
And I am dumb to tell the crooked rose
My youth is bent by the same wintry fever.»

canochinha
Livro de Bolso
Posts: 209
Joined: 09 Jan 2007 15:17
Location: Lisboa
Contact:

Re: O último Reino

Postby canochinha » 23 Feb 2007 17:52

Gosto bastante do Bernard Cornwell e das suas histórias. O último que li foi Stonehenge... bastante interessante.

Um assunto um pouco off-topic: sou só eu ou os livros da Planeta Editora deixam muito a desejar em termos do papel utilizado? Parece que as letras se vão apagar...
<a href="http://estante-de-livros.blogspot.com/" target="_blank">Estante de Livros</a>

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Re: The Lords of the North

Postby Cerridwen » 20 Jun 2007 11:01

Lançada a edição portuguesa da obra pela Planeta Editora, denominada Os Senhores do Norte (As Crónicas Saxónicas 3), com 351 páginas e ISBN n.º 9727312055.

Estas são as histórias dos dias das grandes trevas. Vikings e saxões, constituem uma combinação avassaladora neste romance. Cornwell transforma o sombrio século IX numa aventura extremamente poderosa. Estas são as histórias
de traição, romance e luta que se desenrolam numa Inglaterra de convulsões, sublevações e glória. Uhtred, nascido na Nortúmbria e criado viking, um homem sem terra, sem guerreiros e sem país, tornou-se uma esplêndida figura histórica.
- Kirkus Reviews

User avatar
acrisalves
Edição Única
Posts: 3490
Joined: 29 Dec 2004 13:53
Location: In a florest mist
Contact:

Re: The Lords of the North

Postby acrisalves » 30 Aug 2007 11:52

Sword Song - The Saxon Stories 4

Image

Synopsis:
The fourth in the bestselling Alfred series from number one historical novelist, Bernard Cornwell. Our hero, Uhtred, has been made Governor of London. This fourth book in the series will mostly be set in London and will cover Alfred's building of fortified towns to hold Wesssex and his push into Mercia.

From the Inside Flap:
The year is 885 and England is at peace, divided between the Danish kingdom to the North and the Saxon kingdom of Wessex in the south. Uhtred, the dispossessed son of a Northumbrian lord, warrior by instinct, Viking by nature, appears to have settled down. He has land, a wife, two children and a duty given to him by Alfred to hold the frontier on the Thames. But trouble stirs, a dead man has risen and new Vikings have arrived to occupy London. Their dream is to conquer Wessex, and to do it they need Uhtred's help.

Alfred has other ideas. He wants Uhtred to expel the Viking raiders from London. It is a dangerous time and Uhtred must decide how much his oath binds him to the king. Other storm clouds are gathering. Æthelflæd - Alfred's daughter - is now married, but a cruel twist of fate means that her very existence becomes a threat to Alfred's kingdom. It is Uhtred, half Saxon, half Dane, whose uncertain loyalties must now decide England's whole future.

Sword Song tells the story of the making of England and, like all Bernard Cornwell's previous novels, is based on true events. It is a gripping story of love, deceit, and violence, set in an England of tremendous turmoil and strife, yet one galvanised by a small flicker of hope that Alfred, the great king of Wessex, may prove a force that lasts. Uhtred, his greatest warrior, has become his sword, a man feared and respected the length and breadth of the land, his Lord of War.

User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

A Canção da Espada - Bernard Cornwell

Postby Cerridwen » 17 May 2008 20:27

A Canção da Espada - As Crónicas Saxónicas 4
Bernard Cornwell


Editora: Planeta Editora
Colecção: Literatura Estrangeira

Sinopse: «É uma história envolvente de amor, enganos e violência, que se desenrola numa Inglaterra de tremenda agitação e conflito, contudo galvanizada por uma réstia de esperança de que Alfredo, o grande rei do Wessex, possa revelar-se uma força duradoura. Uhtred, o seu maior guerreiro, tornou-se a sua espada, um homem temido e respeitado em todo o território, o seu Senhor da Guerra.

Corre o ano de 885 e a Inglaterra está em paz, dividida nos reinos dinamarquês, a norte e saxão do Wessex, a sul. Uhtred, o filho despojado de um senhor da Nortúmbria, guerreiro por instinto, viking por natureza, parece ter assentado. Possui terras, tem uma esposa, dois filhos e um dever que lhe foi atribuído por Alfredo — defender a fronteira do Tamisa. Mas os problemas espreitam; um homem voltou dos mortos e novos vikings chegaram para ocupar Londres. O seu sonho é a conquista do Wessex, e para o realizarem necessitam da ajuda de Uhtred. Alfredo tem ideias diferentes. Quer que Uhtred expulse os saqueadores vikings de Londres. São tempos perigosos e Uhtred tem de decidir quanto o seu juramento o prende ao rei. E formam-se mais nuvens de tempestade. Æthelflæd — a filha de Alfredo — casou, mas uma cruel partida do destino faz com a sua própria existência se torne uma ameaça ao reino do pai. E será a lealdade incerta de Uhtred, meio saxão e meio dinamarquês, a decidir todo o futuro de Inglaterra.»

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4349
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Sword Song, de Bernard Cornwell

Postby Bugman » 10 Jan 2010 02:49

Sword Song, de Bernard Cornwell

No quarto livro das Saxon Stories, Uthred Ragnarson de Bebbanburg continua a sua saga em busca das suas terras, do seu castelo e da sua vida. Amarrado por juramentos a um rei de que não gosta e não gosta dele, continua entregue a um destino que, espera ele, o levará à sua liberdade.

Alfred continua a querer aumentar o seu reino e os seus olhos viram-se agora para a expansão a Norte. A forma mais rápida sendo o dar um regente ao Sul de Mercia. O eleito é Æthelred, primo de Uthred, que permanecerá um leal vassalo de Alfred pelo seu casamento com Æthelflæd, filha deste. A prenda de casamento que Alfred lhes reservou é a cidade de Lundene, com o respectivo controle do tráfego do Temes, e será Uthred, que desgosta profundamente do seu primo, a responsabilidade de tornar esta cidade, ocupada por hordas de Vikings, parte do protectorado de Mercia.

Bernard Cornwell continua as suas Saxon Stories com um livro que é o seu mais puro estilo: um romance histórico recheado de batalhas contadas na primeira pessoa, que nos transportam para o seu coração e desejar ser o herói; intriga política à mistura; tudo servido com doses maciças de uma escrita magnética que agarra o menos entusiasmado dos leitores, da primeira à última página. :bbde:
Last edited by Bugman on 01 Aug 2012 14:32, edited 2 times in total.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4349
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: As Crónicas Saxónicas / The Saxon Stories - Bernard Cornwell

Postby Bugman » 31 Mar 2012 11:04

Do meu Blog:

Death of Kings
Image
Bernard Cornwell revela-se como um autor que aproveita os espaços em branco que há na História para aí colocar os seus romances, tramas plenas de imaginação de mãos dadas com situações documentadas. Apesar de na sua generalidade a escrita ser magnética, o anterior volume das Saxon Chronicles (The Burning Land) havia sido um longo bocejo de alguma banalidade. Perguntei-me na altura se a vontade do autor em escrever estas narrativas sobre a formação de Inglaterra pelos olhos de um seu longínquo antepassado não se estaria a tornar um enfado e, quando comprei o mais recente volume (Death of Kings) , temi que pudesse ser um desperdício de dinheiro.

Tal não foi o caso e Bernard Cornwell redime-se totalmente nesta obra desse pecado que foi o volume anterior! Com Alfred cada vez mais doente começam as manobras de bastidores para a conquista de Wessex. Os reinos Vikings reúnem tripulações para a vitória final e os reinos Saxões manobram nos bastidores para assegurar que estão na linha da frente da sucessão, todos eles ameaçando o sonho do soberano em unir todas as terras dos Saxões. Peça central de ambas as tramas é Uthred, o senhor da guerra que tem actuado como o Escudo de Mercia, e que neste volume assume a vontade de ser a Espada dos Saxões. Preso por votos de lealdade à irmã de Edward, descendente predilecto de Alfred ao trono, todas as facções vão tentar removê-lo das contas da sucessão.

Pela sucinta descrição da obra dá para perceber que as grandes batalhas, imagem de marca de Cornwell pelo realismo visceral com que as descreve, não serão presença assídua nesta obra. Esse é precisamente o ponto mais forte! A obra que temos em mãos acaba por ser uma agradável mistura de intrigas e jogos de bastidores, sempre com o conflito do pagão Uthred com os beatos cristãos, com a dose certa de confrontos e que culmina com a muito aguardada grande batalha, para que então os adeptos mais tradicionalistas não se sintam defraudados.

A narração é, como nos outros volumes, feita a partir das impressões de Uthred o que significa que o leitor vai tendo o desfiar das intrigas à medida que elas são reveladas ao personagem, ou à medida que o personagem as vai resolvendo. Sim, porque neste volume a idade começa a atingir Uthred, com ele a recordar alguns episódios marcantes e a perder um pouco a imagem de bruto que resolve todos os problemas com a espada.

Death of Kings não representa a morte definitiva do autor, da série e muito menos da vontade dos leitores em lerem a sua conclusão , pelo contrário representa o início da sucessão de Alfred e com ela uma nova possibilidade para Cornwell empregar a sua pena a preencher os intervalos da História com batalhas apaixonantes e intrigas saídas de uma das mentes mais marcantes do panorama livresco actual.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela


Return to “Autores A - E”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 6 guests