Ai coitadinho

User avatar
João Arctico
Dicionário
Posts: 537
Joined: 23 Oct 2009 23:16
Contact:

Ai coitadinho

Postby João Arctico » 16 Jan 2010 13:25

Ai coitadinho de mim que sofro de amor porque a felicidade não presta e tudo o que me resta é descrever infortúnios e palavrões em palavras em frases dispersas com sentido sem sentido mas muito sentido em mim perdido a sombra que ataca o amor que tenho pelo estupor que me rejeita para que eu me possa afundar nesta maldita fossa.

Ai coitadinho de mim que a vida não presta é um ácido que navega nas artérias dum corpo composto por carbono decomposto em merda que cai pela retrete porque mesmo cagar é um frete imposto por um deus sem rosto por quem não me obrigo a rezar mesmo que me esteja a mim próprio condenar postando o carimbo que me irá sentenciar a um lar de idosos talvez leprosos ali mesmo ao virar junto ao limbo olhando para um paraíso onde nunca jamais irei repousar.

Ai coitadinho de mim porque quem ama é lamechas e se falo da alegria entristeço a tristeza porque de certeza que ela não existe pois o mundo é um caos, um inferno profundo que nem dantes o Dante conseguiu adjectivar porque só o mal prevalece neste mar revolto de esgares que eu solto no meio dos gases que de mim se libertam antes mesmo que eu expluda seja a mulher do diabo cega, puta, surda e muda…


“Oh, Senhor Pereira, o que está para aí a fazer?...”
“Nada, chefe, quer dizer…” disse todo atrapalhado, tentando mudar a tela do seu ecrã.
“Tou a ver, Tou a ver. Vamos lá a verificar as dívidas do IRS que o ano está a acabar e temos que sacar o imposto em falta desses sacanas que andam na balda. Vá. Toca a trabalhar!”.
"É isto o que, de todo em todo, pretendia o autor? Não sei; é a opinião do leitor que eu dou." Jean-Paul Sartre
"Mas mesmo aquilo que a gente não se lembra de ter visto um dia, talvez se possa ver depois de algum viés da lembrança" Chico Buarque in Estorvo

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Ai coitadinho

Postby Thanatos » 16 Jan 2010 14:17

Perfeito! Delicioso!

Fino recorte irónico embora eu (talvez) tenha detectado uma farpinha a outro colaborador, mas é de call & response que se faz alguma da melhor «música». :tu:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Lazy Cat
Livro Raro
Posts: 1619
Joined: 14 Jun 2005 22:37
Location: no cu de judas, atrás do sol posto. or so they say...
Contact:

Re: Ai coitadinho

Postby Lazy Cat » 16 Jan 2010 15:13

Muito bom, cheio de ritmo! Apesar da falta de vírgulas, o ritmo não nos deixa parar de ler até ao fim. E o tom sarcástico, é do melhor. Gostei!
Image
Image When I'm sad, I stop being sad and be awesome instead. True story

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Ai coitadinho

Postby Pedro Farinha » 16 Jan 2010 20:08

Excelente João, achei que para além do sarcasmo, estava muitíssimo bem escrito. no entanto não via a necessidade de terminar da forma que terminaste, eu ficava pelos três primeiros parágrafos.

:bow: :bow: :bow:

User avatar
João Arctico
Dicionário
Posts: 537
Joined: 23 Oct 2009 23:16
Contact:

Re: Ai coitadinho

Postby João Arctico » 17 Jan 2010 17:06

Thanatos wrote:... eu (talvez) tenha detectado uma farpinha a outro colaborador...

Obrigada pelo comentário, Thanatos. É mesmo um "talvez" pois este vem um pouco na sequência do "Ode ao Amor" onde eu o descrevo como:
um "hino alegre" para contrastar com aqueles "poemas lamechas".
Na verdade, muitas obras-primas, nas mais diversas áreas artísticas, são a "preto-e-branco" e vejo que aqui acontece o mesmo com muitos colaboradores: textos super-espectaculares mas... a "preto-e-branco". Acho este país muito cinzentão e daí gostar tanto do Mário Zambujal :P .
"Always Look On The Bright Side Of Life" :tu:
"É isto o que, de todo em todo, pretendia o autor? Não sei; é a opinião do leitor que eu dou." Jean-Paul Sartre
"Mas mesmo aquilo que a gente não se lembra de ter visto um dia, talvez se possa ver depois de algum viés da lembrança" Chico Buarque in Estorvo

philo
Manifesto
Posts: 70
Joined: 07 Jan 2010 11:44

Re: Ai coitadinho

Postby philo » 18 Jan 2010 12:54

Normalmente o super-espectacular é berrante, colorido e prenhe de vida, pode não existir uma corrente, um substrato visível e seguro, no entanto o texto vive nas catacumbas da criatividade.
Quanto ao teu texto, gostei muito, possui uma cadência rítmica, uma musicalidade experimental, senti que o texto podia ser cantado sem respirar entre as palavras...só o final é que está desajustado em relação ao corpo principal.

croquete
Edição Limitada
Posts: 1038
Joined: 11 Feb 2009 16:29
Contact:

Re: Ai coitadinho

Postby croquete » 18 Jan 2010 13:14

Escritos no BBDE, dos textos que mais gostei.
:bow:

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Ai coitadinho

Postby Sharky » 18 Jan 2010 13:36

Curti bués :thumbup:


Return to “João Arctico”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 0 guests

cron