Página 3 de 4

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 02 mar 2009 20:00
por Bubbles
Terror!! :devil2:

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 02 mar 2009 20:01
por Lazy Cat
Não contes com isso. Aliás, é puro milagre eu estar a ler este tópico, sequer! Nunca venho aqui...

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 02 mar 2009 21:02
por Thanatos
Lazy Cat Escreveu:Não contes com isso. Aliás, é puro milagre eu estar a ler este tópico, sequer! Nunca venho aqui...



Também te estava a estranhar! :whistling:

Oh é verdade, não é necessário votar para participar. Apenas o contrário é que é verdade. Por exemplo tendo em conta que tudo aponta para uma esmagadora maioria a favor do terror eu bem gostaria de participar.

E aviso já que diários de cereal killers são muito blasé. O que está a dar é terror psicológico. Como por exemplo: vais estar na lista dos para despedimento colectivo ou não? :rolleyes:

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 02 mar 2009 21:55
por Pedro Farinha
off topic - o teu livro está cada vez mais um must Thanatos

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 02 mar 2009 23:45
por Aignes
A minha pessoa votou no surrealismo, porque no terror vamos bater nas mesmas teclas e não se vai inventar nada de novo. A não ser que seja um terror giro, mais para o surreal e não tanto para o policial...

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 02 mar 2009 23:53
por Ripley
Terror, mesmo, daquele de fazer eriçar os cabelos da nuca - como o conto do Pedro para a sexta-feira 13, por exemplo.
Nada de CSI, mais Tales from the Crypt :wink:

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 02:04
por pictish scout
Participei no conto policial. Foi uma experiência e tanto. Se for ainda possível "inscrever-me" neste novo conto... gostaria que fosse algo diferente. Terror, talvez.

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 09:28
por Thanatos
Três páginas e isto parece que anda um bocado ao Deus dará.

Vamos lá então meter uma lista provisório-definitiva do pessoal que anunciou intenção de participar:

Pedro Farinha
azert
Samwise
anavicenteferreira
White Rabbit
urukai
Aignes (?)
book maniac
Bubbles
Ripley (?)
pictish scout
me (?)

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 10:01
por Pedro Farinha
e assentamos no terror ?

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 14:03
por Thanatos
Pedro Farinha Escreveu:e assentamos no terror ?

vox populis :rolleyes:

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 18:04
por azert
Thanatos Escreveu:
Pedro Farinha Escreveu:e assentamos no terror ?

vox populis :rolleyes:


Damn! Eu queria surrealismo. :dry:
Oh, well, se não podes vencê-los, junta-te a eles. :rolleyes: Policial é que não, gracias.

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 20:05
por pictish scout
Haverá regras para o enredo? É que é muito fácil, na minha opinião, transformar uma história de Terror num Policial. Haverá algum tema base?

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 20:17
por Pedro Farinha
Acho que podíamos discutir aqui que tipo de terror é que estamos a pensar. Estamos a falar de um gajo tipo Drácula a aterrorizar uma região ? De uma casa assombrada ? De poltergeists ? da azert nos dias que está com mau feitio ?

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 22:56
por azert
Pedro Farinha Escreveu:Acho que podíamos discutir aqui que tipo de terror é que estamos a pensar. da azert nos dias que está com mau feitio ?


São só 365 dias por ano (nos bissextos, dou um de descanso)! :hypocrite:

Re: E que tal um novo conto BBdE ?

Enviado: 03 mar 2009 23:19
por Aignes
Pedro Farinha Escreveu:Acho que podíamos discutir aqui que tipo de terror é que estamos a pensar. Estamos a falar de um gajo tipo Drácula a aterrorizar uma região ? De uma casa assombrada ? De poltergeists ? da azert nos dias que está com mau feitio ?


Há sempre a alternativa de descrever acontecimentos terroríficos sem identificar a causa, if you know what I mean. Depois mais para a frente logo se vê o que será. A não ser que queiram definir desde o início.